SONORIZAÇÃO EM IGREJAS

A sonorização de igrejas é tão importante quanto a sua iluminação.
Em iluminação, existem muitos eletricistas experientes, mas em sonorização de igrejas, são raros os profissionais
especializado com conhecimento de cálculos de instalações, necessárias para o bom desempenho sonoro, fazendo
 com que a maioria das instalações sejam feitas por não especialistas, provocando má qualidade do som ou a
queima constante de amplificadores. A nossa indústria é especializada na fabricação de transformadores para
sonorização há mais de 42 anos e agora coloca à disposição dos nossos revendedores, os transformadores,
caixas de som e arandelas especialmente escolhidas para sonorização de ambientes. Nosso grande diferencial:
Poderemos treinar a distância, gratuitamente os instaladores de som, através de e-mail ou por folhetos de
instruções via correios e futuramente acessando o nosso site.
.Sistemas de sonorização -  
Atualmente existem 2 tipos de linha de som:

Linha de 70V, desenvolvida em 1930 e quase em desuso devido às altas perdas.
Algumas empresas ainda fabricam sistemas com este tipo, para reposição em instalações antigas.
Não são recomendadas para novas instalações.

 
Linha de 210V – Usada atualmente. Substitui o antigo sistema de 70V.
 Possibilita fiações extensas com baixas perdas na linha. 

Princípio de funcionamento da linha:
Na saída do amplificador, de 4 ou 8 ohm, é ligado um transformador tronco. Sua finalidade é a de elevar as tensões
e impulsionar os sinais até o final da linha sem que tenham perdas perceptíveis

São os fios que saem deste
transformador o que se denomina Linha de 210V
.Os sinais chegam até as caixas sem perdas, mas são incompatíveis
com as impedância das caixas que necessitam de um transformador de linha com entrada de 210V e saída para
8 ou  4 ohm para compatibiliza-los.

A outra função dos transformadores de linha é a de equalizar corretamente a potência a ser aplicada às caixas.
A potência assinalada nos transformadores de linha á a potência que os mesmos transferem da linha às caixas. 

O cálculo de potência que o sistema irá precisar é:Total de caixas x watts do transformador de linha
Exemplo: 35 caixas ou arandelas de 15W= 35 x 15W= 525 watts.Pode se usar um transformador tronco de
600W= S2/600 e um amplificador de 600W.Veja um exemplo prático abaixo:

Há cálculos necessários para que as instalações funcionem corretamente.

Para aprender é importante observar os erros cometidos nas sonorizações por leigos que nada entendem da técnica correta:

Vejamos alguns deles: 

ÊRRO:  O som de igrejas tem que ser bastante alto para que todos possam ouvir.
Este erro, muito comum em instalações mal feitas, tem causado sérios problemas. 
Quando o som é mal distribuído com caixas distantes uma das outras,  as pessoas situadas perto das  caixas de som ficam
incomodadas com o alto volume, muitas vezes provocando dores de cabeça e irritações. Estudos psicológicos comprovaram
que as pessoas procuram bloquear inconscientemente as mensagens de voz enviadas com volume alto, provocando desatenção.
É comum o relato de pessoas  que deixaram de frequentar a igreja por este problema.
 

CORRETO: O som deve ser discreto, distribuido uniformemente através de pequenas caixas de som espalhados por todo o ambiente.
Se o ambiente é grande, coloca-se mais caixas de som, nunca aumentando o tamanho das caixas e arandelas ou aumentando o volume e a potência.
Com volume baixo, os fieis ficam mais confortáveis, passando a prestar muito mais atenção ao pregador.
Os que deixaram de frequentar a igreja por não suportar o barulho, voltaram a frequenta-la e os visinhos não reclamaram mais do volume alto.

ÊRRO: As caixas de som para reproduzir bem a voz deve ser grande e potente.

 CAIXAS DE SOM AMPLIFICADA
  - Muitas igrejas usam estas. Com alto-falante grande,
de 12 a 15 polegadas e tweeter.  Em igrejas, geralmente ficam próximo ao pregador.
As pessoas da frente ficam incomodadas com som alto demais, com retumbâncias dos graves
excessivos e estridência dos agudos e as do fundo ouvem a voz  baixa e retumbantes.



CAIXA DE SOM TIPO COLUNA
– São caixas de som compridas com 4 a 8 alto-falantes.
Muito usada nas igrejas católicas no passado. Por ter muitos alto-falantes na mesma caixa,
o som fica concentrado em uma área muito pequena, perturbando os que estão próximos.  O ideal seria mais caixas espalhadas
com um único alto-falante pequeno.
A faixa de frequência ideal para sonorização de igrejas pode ser de 100 a 15.000HZ ou da nova
 proposta da Audio Engineering Society AES, de 120 a 12.000HZ.Em eventos como os shows de Rock, o som pode ser de
20 a 20.000HZ, com graves retumbantes e agudos estridentes e volumes alto,  mas o Som para Igrejas caracteriza-se por um
som suave, sem retumbâncias e estridências conseguidos através de restrição de frequências no amplificador e no uso de
caixas e arandelas com alto-falante de 5 a 6 polegadas.Os alto-falantes de 5 e de 6 polegadas do tipo Full Range  tem a resposta
de frequência compatíveis com a faixa de som ambiente e de igrejas, não sendo aconselhável o uso de tweeter. As caixas e arandelas com tweeter
são indicados para som de sala, Home Theater, som automotivo, som de eventos mas não para som de igrejas.
A alta qualidade do som de igrejas necessitam dessas restrições. 

EXEMPLO COMPARATIVO

Como exemplo para os leigos, vamos comparar um sistema de som de igrejas com sistemas de irrigação de água:
ÁGUA
- Mangueira do Corpo de Bombeiros. A mangueira é grossa, com jato potente, tanto em pressão como quantidade, para que possa
apagar o incêndio o mais rápido possível.


SOM
- Som de eventos, por exemplo  show de rock. O som é bastante alto, com caixas de som enormes centralizado no palco e graves
intensos e retumbantes e agudos estridentes e penetrantes.

ÁGUA – Irrigação de viveiro de mudas novas de plantas.
A água é aspergida suavemente através de múltiplos bicos de spray, irrigando uniformemente todo o viveiro, sem pontos de falta ou
excesso de água.

SOM DE IGREJAS –
A sonorização é feita com pequenas caixas de som ou arandelas espalhados o máximo possível
e, mesmo com volume baixo, todos os fiéis podem ouvir confortavelmente, sem ter pontos com volume muito alto ou baixo demais.
Se a igreja é muito grande, aumenta-se a quantidade de caixas e não a sua potência ou tamanho. 

Em relação a esses 2 exemplos, conclui-se:

ÁGUA - Não se deve apagar incêndio com spray de de irrigação de viveiros de plantas e nem irrigar o viveiro com mangueira de corpo de bombeiros.
SOM – Não se deve sonorizar um show de rock com sistema de som de igrejas e nem as igrejas com som de eventosde rock

EXEMPLOS DE INSTALAÇÕES 
AMPLIFICADOR DE 2 CANAIS.
EM SOM DE IGREJAS NÃO SE USA ESTÉREO ESTE CIRCUITO UNE OS 2 CANAIS EM UM ÚNICO, SOMANDO SUAS POTÊNCIAS
 
EXEMPLO DE  INSTALAÇÃO DE SOM AMBIENTE COM UM AMPLIFICADOR DE 1125W RMS  EM CONFIGURAÇÃO BRIDGE.
   
 
A CONFIGURAÇÃO BRIDGE UNE INTERNAMENTE OS DOIS CANAIS EM UMA ÚNICA SAÍDA.
   
A CONFIGURAÇÃO BRIDGE É DISPONÍVEIS SOMENTE EM ALGUNS TIPOS DE AMPLIFICADORES QUE TENHA A CHAVE BRIDGE
.



  UM AMPLIFICADOR ESTÉREO DE 2 CANAIS PODE SER CONVERTIDO EM CANAL MONO DE UMA
 SÓ SAÍDA, DE 210V, SOMANDO AS POTÊNCIAS DOS 2 CANAIS.

Amplificador:
Não fabricamos ou vendemos amplificadores.
O amplificador descrito acima  poderá ser adquirido nos revendedores Ciclotron
.

Fabricamos as
Caixas e Arandelas e os transformadores.

Recomendamos as:Caixas  CX210/15 KELETRON/FONTAT   
com alto-falante de 5 pol  e transformadores de linha 210V x 15W embutido.

Arandelas ARP6210/15 KELETRON/FONTAT  com Alto-Falante de 6 pol e transformador da linha 210V  x 15W embutido.
 

Estamos cadastrando revendedores e instaladores para que recebam mais informações.
 
Enviem-nos os seguintes dados:  NOME – ENDEREÇO COMPLETO – TELEFONE -  E-MAIL

DADOS DA NOSSA INDÚSTRIA:

Yoji Konda EPP – Rua Comandante Salgado 120 – Lins – SP 16400-501

E-mail: vendas@yojikonda.com – Site: www.yojikonda.com

Marcas dos produtos:  KELETRON / FONTAT

 

   

 O sistema de som para a voz  deve ser diferente do som usados pelos músicos da igreja.     
Veja na figura acima. A voz humana tem frequências amplas, mas apenas
 a inteligibilidade da voz
humana está contida em
uma faixa estreita de apenas 300HZ a 3400HZ.
Em telecomunicações, a faixa de 300HZ a 3.400HZ para comunicação por voz como radio-comunicação
usado pelos aviões, policias, bombeiros etc e em equipamentos de telefonia, é obrigatório para a homologação
desses equipamentos. (Normas Telebras e Anatel).
Em som para a voz do pregador não é necessário tanta  restrição.
As repostas de frequências dos alto-falantes são inversamente proporcionais com o diâmetro dos cones.


Uma caixa com alto-falante de 12 polegadas e um tweeter tem resposta de frequência exagerada para os subgraves devido ao tamanho
do alto-falante de 12 polegadas e também resposta exagerada nas frequências super altas (agudos) devido ao tweeter.
A faixa de frequencia da voz fica diminuida.
Tais caixas não devem ser usadas para transmitir a voz do pregador, mas apenas em músicas.

As caixas de som para a voz do pregador podem ser pequenas, de 5 polegadas tipo full range.
De preferência que tenham transformadoesr de linha interno
Essas caixas de 5 e arandelas de 6 polegadas reproduzem frequências de 100HZ a 15.000HZ,dispensando Tweeter.
O Tweeter nesses casos só irão aumentar a estridência desagradavel da voz, além de aumentar a microfonia.

O sistema de som para músicos  deve ser separado do som da voz do pregador.
Alguns instrumentos como violão, guitarras e teclados podem ter necessidade de caixas amplificadas.
caso tenham vários instrumentos, podem ser usados um mixer em uma caixa amplificada.
Com o mixer é possivel regular a intensidade sonora para cada instrumento individualmente,  importante para o equilíbrio sonoro do conjunto.


MIXER


Os mixers ou mesas de som são extremamente uteis para controlar o som das igrejas.
AA foto acima dá um exemplo de uma excelente mesa de som.
Ela tem entrada de USB.
Gravações de palestras importantes podem ser reproduzidas através do Pen Drive acoplado à entrada USB.
Este mixer tem o compressor de voz, que é um controle automático de sensibilidade do microfone, ajudando a manter o nível da voz constante.
Tem também entrada balanceada, permitindo que microfones profissionais balanceados  tal como da figura abaixo possam ser acoplados.


MICROFONES.

 
        SV200                

Não existe "O Melhor Microfone". O que existe são os tipos mais adequados para cada aplicação.

Microfone de estudio: Alta sensibilidade - Resposta ampla de frequência.
Este tipo, de alto custo muitas vezes é vendido simplesmente como o melhor microfone.
Necessita de Suporte com amortecimento elástico - Tela de filtro de sopro.
Sua alta sensibilidade não permite que tenha caixa de som reproduzindo seu som no mesmo salão.
O estudio tem que ter tratamento acústico. Sensivel a ruidos e falas proximas
Enfim, para voz do pregador é um dos piores microfones.
Tambem os microfones para instrumentos são uma péssima escolha.

Escolha um microfone para vocal como a figura acima. É barato e satisfatório.

Microfone para ser usado em batismo coletivo.
Na igrejas que são realizados batismos coletivo dentro de grandes tanques, nossa recomendação veemente:
Nunca use microfones com fios.
Caso o amplificador tenha vazamento de energia da rede elétrica, a corrente pode atingir não somente que está
batizando, mas todos os que estão na água, eletrocutando-os.

RECOMENDAÇÕES:

Não utiliza sistemas com linhas diretas de 4 ou 8 ohm ou de 500 ohm, 70V ou 100V.
A pratica demostrou que  a linha de 210V é a mais eficiente e menos problematica para todos os tipos de instalação.
Use as caixas e arandelas com transformadores de linha 210V  embutidos.
Os amplificadores necessitam de transformadores troncos


Não use caixas grandes, com volume alto. Use caixas pequenas com volume moderado, sem Tweeter, espalhado o máximo possivel
em todo o salão.


RETORNA